O sinal da cruz (1932)

O sinal da cruz (1932)

Uma mulher tomando banho de leite. Orgias. Insinuação LGBT. Cenários de tirar o fôlego. Pelas palavras escolhidas, você provavelmente pensou que eu estaria descrevendo algum filme da atualidade. Mas não. Estamos falando de O sinal da cruz, produção de 1932, dirigida por Cecil B. DeMille.

Para os defensores da moral e dos bons costumes, esse épico foi o que faltava para a criação de um código que ditava o que podia e o que não podia em Hollywood, o tão famoso Código Hayes, do qual sempre estamos falando por aqui. Para os não apreciadores de filmes épicos (como eu), foi uma surpresa muito feliz. A ousadia e a alegria nunca foram tão levados a sério nessa trama que retrata o período em que cristãos eram perseguidos em Roma.

Foi com O sinal da cruz que Cecil B. DeMille mandou um beijinho no ombro aos que achavam que ele estava acabado enquanto diretor e produtor.

Continue Reading…

O destino bate à sua porta (1946)

O destino bate à sua porta (1946)

A expressão tocar fogo no cabaré me encanta. Já a utilizei diversas vezes por aqui, mas acredito que ela nunca se encaixou tão bem quanto para descrever os filmes noir. Riscar o fósforo e esperar as chamas consumirem as plateias mais conservadoras (e ávidas por sordidez ao mesmo tempo) é algo que esse gênero consegue realizar com eficácia. Em 1944, Barbara Stanwyck tocou fogo no cabaré ao aparecer só de toalha no alto de uma escada em Pacto de Sangue; em 1946 seria a vez de Lana Turner incendiar o público enquanto a câmera nos presenteia com uma preguiçosa visão de seu corpo em trajes de banho.

Idealizado pela galinha dos ovos de ouro do noir, James M.Cain, O destino bate à sua porta tem tensão sexual, corrupção, diálogos ácidos e valores que a sociedade norte-americana não estava nenhum pouquinho interessada em mostrar. Código Hayes de censura? Que código? Um beijo para o Código Hayes! *Claudete Troiano feelings*

Pois se o cinema norte-americano estava interessado, agora que a Segunda Guerra Mundial havia terminado, em mostrar um pouco de otimismo em seus filmes, O destino bate à sua porta faz tudo ao contrário. E o público adorava essa subversão.

Continue Reading…

                                    
Encontre-nos no Facebook
Filmes por Ator:
                                                                                                                       
Filmes por Atriz:
                                                                                                                       
Filmes por Diretor: